Gente orgulhosa não consegue amar.





Gente orgulhosa não consegue amar.
Ficam lá, encastelados no alto de suas razões, aprisionados em seus fantasmas de baixa autoestima e rejeição, seu temor de ser menos.
Por isso não voltam atrás, por isso não pedem desculpas, por isso se recusam a enxergar e assumir seus erros. Confundem posturas reparatórias com admissão de fraqueza, menos valia, fracasso. Não enxergam grandeza nenhuma em assumir seus equívocos, perdendo assim a chance de aprender com a experiência.
Gente orgulhosa faz naufragar uma a uma possibilidades valiosas de amor. Deixam escapar, entre os punhos fechados e suas convicções infantis,pessoas bacanas que partem simplesmente porque o amor não convive ao lado do orgulho. O amor não trava guerras para ter razão, nem se interessa em lutar pela última palavra.
O amor tem pressa. não perde tempo com bobagens, nem briga por pequenas coisas.O amor sem orgulho é amor objetivo, vai direto aos fatos, ao gesto, aos atos. Sempre ansioso em reparar para ir em busca do que interessa, mais amor.
Já dizia o poema, quem não sai de si não pode amar, e nada mais aprisionante em si mesmo do que o orgulho, nada mais estreito e solitário que o orgulho.
Sair de si, olhar para o outro, reconhecer a insignificância dos erros. Curar a ferida de menos valia que os Narcisos orgulhosos e autosuficientes teimam em disfarçar. Para ser mais e ser amor.
Porque gente orgulhosa não consegue amar. Morre só num mar de orgulho e solidão. Com o coração seco numa mão, na outra sua descabida e triste razão.

Andréa Beheregaray

Comentários

  1. mas o orgulho se rende ainda que não confesse ...
    Ele sabe e finge não saber ...

    às vezes é difícil ficar perante um o outro sendo mais fácil virar para o lado !
    Beheregaray é bom tomar café no teu blog !
    Um abraço !










    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

É a vida!

Ser.

Amores mortos