Futuro.



Na arrume desculpas,
Na culpe o destino
Não delegue responsabilidades.
Se está ruim, transforme.
Se está difícil, lute 
dobrado para diminuir o quanto antes o fardo.
Não deixe na mão dos outros,
Somos responsáveis pelos nossos erros
Assim como é nosso o mérito dos nossos acertos.
Sente, reflita, descanse, chore se for precise,
mas principalmente, não se lamente.
Pausas reequilibram, lamentações afundam você num mar de inércia e desilusão.
Acredite, estamos no exato lugar em que nos colocamos.
Siga em frente e não confie em coincidências, búzios, tarôs ou previsões,
seu futuro está nas suas mãos.
A sorte só funciona para quem está atento, de frente e ativo na vida.
O futuro é agora.
O futuro é você quem faz.
Andréa Beheregaray.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos