DISCUTINDO A RELAÇÃO in Vídeo!

Loading...

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Tempos difíceis, tempos de escuridão, tempos de travessia e os anjos que encontramos no caminho.



A vida é cheia de momentos assim, sabemos. Ela não é, como querem crer alguns, a felicidade diária e patética estampadas nas páginas das redes sociais. Esses momentos sombrios atravessam nosso caminho muitas vezes por motivos externos e aleatórios, e outros somos nós mesmos os responsáveis por eles. Nós e nossas contradições e ambivalência, nossa inconsciência do que somos e desejamos, nós e nossa famosa tendência em nos boicotarmos.
Tempos assim são passiveis de serem superados, acredito nisso, mas não sem dor. Atravessar tempos assim significa atravessar a solidão, o medo, o desamparo. É vencer o cansaço e a desesperança na certeza de que somos capazes. Lutar é a condição primeira da superação.
Tempos assim, de caos e desorientação podem consumir você. No meio dessa escuridão muita gente se perde, cegos de medo, cegos de raiva, cegos de orgulho não conseguem atravessar a escuridão. Vendem a alma ao diabo, alucinam e deixam o caráter escorrer pelas sombra.
Os tempos difíceis e a escuridão esclarecem nossas dúvidas e os cantos escuros do nosso caminhar. Apaga o que é falso e não tem força, ilumina tudo o que for verdadeiro e traz consigo a surpresa de gente que não tem nada a ver com isso, mas se importa - gente assim eu chamo de anjo. Os anjos também são encontrados nas trevas. São eles que nos estendem a mão.
Acredito que quem tem força, sentido, motivo, fé e amor é capaz de passar por tudo isso e sair inteiro, melhor e mais forte.
As armas são sempre invisíveis percebe? Força, amor, fé. Não se pode tocá-los, apenas sentir e é com aquilo que não podemos ver que vencemos as maiores batalhas
Situações difíceis nos fazem descobrir forças naquilo que é invisível, e no fim, descobrimos, o invisível é o que realmente importa.


Andréa Beheregaray.

Um comentário:

  1. Feliz o olhar capaz de discernir a beleza do invisível !
    Beheregaray ,
    Que seja mais chegadas do que partidas


    Beheregaray

    ResponderExcluir