Tristeza necessária.











"Nosso tempo comete muitas injustiças contra a tristeza e a melancolia. Não falo da tristeza extrema, falo da tristeza necessária. Aquela que nos coloca diante do imprescidível e valioso. Que faz submergir a alma e nos leva para além da superfície das coisas visíveis, ao encontro do essencial e verdadeiro em nós. Da encontro com a tristeza vemos nascer sensibilidade e beleza."


Andréa Beheregaray.

Comentários

  1. A triteza construtiva é aquela quando percebemos que triste mundo inconciente, e descobrimos a beleza que é a tarefa de transformá-lo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

É a vida!

Ser.

Amores mortos