sábado, 22 de setembro de 2012

Sobre o amor.

"É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chope é gelado.
É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário do de vez em quando. Difícil é amar quando o outro desaba. Quando não acredita em mais nada. E entende tudo errado. E paralisa. E se vitimiza. E perde o charme. O prazo. A identida...de. A coerência. O rebolado.
Difícil amar quando o outro fica cada vez mais diferente do que habitualmente ele se mostra ou mais parecido com alguém que não aceitamos que ele esteja.
Difícil é permanecer ao seu lado quando parece que todos já foram embora. Quando as cortinas se abrem e ele não vê mais ninguém na plateia. Quando o seu pedido de ajuda, verbalizado ou não, exige que a gente saia do nosso egoísmo, do nosso sossego, da nossa rigidez, do nosso faz-de-conta, para caminhar humanamente ao seu encontro.
Difícil é amar quem não está se amando.
Mas esse talvez seja, sim, o tempo em que o outro mais precisa se sentir amado. Eu não acredito na existência de botões, alavancas, recursos afins, que façam as dores mais abissais desaparecerem, nos tempos mais devastadores, por pura mágica. Mas eu acredito na fé, na vontade essencial de transformação, no gesto aliado à vontade, e, especialmente, no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, de quem não desiste da gente." 

Ana Jácomo









Não sei ser - me tornei uma mulher definitiva.
De tão definitiva, morro os dias.

 



Andréa Beheregaray.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Eu, ele e a namorada dele.





Cabeça de Ovo, serei objetiva, como sempre fui: homens comprometidos não me interessam. A namorada que você insiste em dizer que não tem é realmente uma graça. Pare com esse falatório antigo e já tão batido entre homens comprometidos de que já não estão tão bem assim; que quase não transam mais; que do ano que vem não passa; que ela é só um rolo em sua vida.

Entenda: caso eu queira uma mulher envolvida nos meus romances, ocupando meus pensamentos ou alguma parte do meu coração, pode deixar que eu mesma fico com ela. 

Mulher por procuração não me interessa, nunca me interessou, nem vai me interessar . Você pelo pouco que me conhece deveria ter entendido isso. Então, por favor, não me procure mais. Eu percorri um longo caminho para conquistar a liberdade, não vou desperdiçá-la agora com história triangulares, suburbanas, complicadas e fadadas ao fracasso. 

Fique com ela e a trate muito bem ou eu mesma o ficarei.


Com carinho do seu docinho.

domingo, 16 de setembro de 2012

Sobre desistir...

 
Calmamente ela desistia das pessoas. E com o passar do tempo, e quanto mais o sol nascia na sua janela, mais calmamente ela desistia. Na impossibilidade de não amanhecer todos os dias, mansamente ela vivia. Aprendia todos os dias a suavemente desistir, sabiamente desistir de tudo o que resiste, ou deseja com fraqueza.

Por que ela acreditava que amor não se pede e então, se tivesse que pedir, partia.

E ao longo dos dias que se sucediam, ela ia ganhando o ar sereno daqueles que sabem desistir em paz. Aprendeu com o tempo a usar sua força naquilo que valia a pena. E se alguém por ventura quisesse ficar, então ela amava.

Amava com a força daqueles que não desistem nunca, daquilo que quer ficar.
Andréa Beheregaray


sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Detonautas - O Dia que não Terminou






Saudades mortas











Te coloquei num lugar escuro e frio
dentro de minhas memórias
e você pulsa

(silêncio)

Em dias cinzas e frios como hoje
tua imagem se acende
súbita

(silêncio)

Luz focada no teu rosto em meio a noite densa
das minhas recodarções
inúteis

(silêncio)

O choque de te ver assim tão de repente
espatifam mil cacos no ar cortando você
dentro de mim.


(vazio)

e o nada.




Andréa Beheregaray

 

O bem :D







"Quanto a mim, acho que estou muito bem. Poucas vezes tenho me sentido assim. Pela primeira vez, estou comandando completamente a minha própria vida."




Caio Fernando Abreu

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Final Feliz.










As chances de "final feliz" são pequenas, já que os finais são sempre dolorosos por que envolvem perdes e rupturas. O que podemos fazer é apostar e investir em começos e meios mais felizes, assim fazemos os finais valerem a pena!




Andréa Beheregaray

Felicidade.


terça-feira, 11 de setembro de 2012

Fingidores de toda ordem.



Quem não decide já decidiu

Não escolher é uma escolha

O silêncio também é fala

Ficar parado, posição

A omissão um tipo de ação.

Viver em cima do muro?

Um jeito covarde de andar.

E a vida passa enquanto você disfarça que não tem nada com isso.



Andréa Beheregaray 

Geografia do desejo.






"Encontro meu prazer nas curvas da tua geografia."




Andréa Beheregaray



quinta-feira, 6 de setembro de 2012

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Pacato cidadão.









Não queira apenas
os bons sentimentos
Por que isso não me interessa.
Eu quero o lado do avesso

O imperfeito,
e tudo aquilo
que é humano
queira você, ou não

Não me venha com
sua pureza
com sua mania de beleza
com seu topete de bom cidadão

Não evangelize demais
os seus sentimentos
herdeiros do céu
a promessa de salvação é apenas uma promessa

Não me canse
com suas verdades perfeitas
ou com sua moral enlatada
com seu colarinho de cidadão do bem 

Não somos feitos só de beleza,
e sentimentos de pureza,
Pacato cidadão
O ceú é apenas uma promessa
e nada mais 




Andréa Beheregaray 


 





segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Chá de gente.





Tem gente 
que é pra gente
que nem 
chá de camomila
só faz bem
e acalma
Chá pra alma.







Andréa Beheregaray

sábado, 1 de setembro de 2012

Você.






Uma vida inteira não será suficiente para descobrir 
se teu amor foi uma benção ou a mais pura maldição.




Andréa Beheregaray

Amor.














"Não me lembro mais qual foi nosso começo. Sei que não começamos pelo começo.
 Já era amor antes de ser."



Caio Fernando Abreu.