O avesso do amor - trechos.






Você esteve comigo hoje em todos os meus gestos, a cada movimento meu pude sentir você aqui, dentro de mim. Laguna, lacunas e frestas no suor do teu abraço. O inviável faz laço e me puxa para perto de ti mais uma vez. Pegos de surpresa pelo desejo que devora sem saber, percorremos distâncias para voltar a encontrar no mesmo lugar. Reflexo no espelho do nosso estranho amor. Amor sapiência. Tua língua afiada, invade minha boca com essa sede tão antiga. Somos silêncio e sabedoria, urgência e saudade, encontro e poesia. Tua casa tão distante e teu sorriso cheio de promessas impossíveis. Meus olhos de mistérios e nossa brincadeira de ser segredo e ausência. O casal mais bonito, o que fomos, ecoa no escuro do quarto. Estou em você e você está em mim. 




Andréa Beheregaray

Comentários

  1. ‎Andréa Beheregaray, nossa... preciso recuperar o fôlego. De repente, escorregou algo dos meus olhos... Não sei... tocou!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!
    "Estou em você e você está em mim!" Sei bem como é isso e, posso dizer, é uma das melhores coisas!

    ResponderExcluir
  3. "Tão bom morrer de amor e continuar vivendo."M.Q.
    Lindo e sincero,Andréa.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Sempre me identifico,lindo Déa. Me parece, cada vez que leio teus posts, que estamos vivendo momentos semelhantes. Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

É a vida!

Ser.