DISCUTINDO A RELAÇÃO in Vídeo!

Loading...

terça-feira, 19 de junho de 2012

Sobre a dor e raiva.



Eu já fui bruta tentando me defender da vida, achando que esse era o melhor jeito de seguir em frente. Eu já fui tão bruta que acabei me despedaçando no caminho. Achando que me defendia, eu na verdade me machucava e machucava os outros também.  Quando doía por dentro eu era raiva por fora. 

Sentir dor faz parte, doer faz arte, doer faz até amor. A dor não é uma escolha, é uma condição do caminho, tudo o que vive dói. A única escolha é o que você vai fazer com a sua dor. Você pode  se acovardar, se vitimar, atacar os outros, se esconder, anestesiar sua dor, se defender dela. Você pode fechar os olhos e os ouvidos pra tudo o que acontece a sua volta e permanecer na dor ou você pode seguir em frente. A escolha é sempre nossa e conduz ao nosso destino. 

Como disse Adélia Prado "Dor não tem nada a ver com amargura". Amargura é o resultado da dor que não pode ser transformada. A dor pode se tornar o combustível das mais belas mudanças.

Por muito tempo confundi dor com raiva e raiva com força, mas percebi que raiva não tem nada a ver com força. Força é consistência, solidez. Força é aprender no silêncio o tempo das coisas. É apreender o silêncio das coisas perdidas no tempo. Força é não deixar a dor virar desamor por si mesmo. Força é isso que nos faz seguir em frente e nos mantém inteiros quando todo resto insiste em desmoronar. E isso não tem nada a ver com oferecer a outra face. Oferecer a outra face, muitas vezes, nada mais é do que dirigir a raiva para si mesmo. 
 
Eu não quero sentir mais raiva, eu quero sentir amor. Já gastei muitos anos da minha vida perdida em sentimentos tão devastadores. Não tenho medo de sentir dor, tenho medo de não sentir amor. Eu quero um amor feito de intensidades e delicadezas. Eu quero amar mesmo que doa e se doer eu quero ter a coragemde amar outra vez, e outra vez, e outra vez e outra vez mais.
 
 

19 comentários:

  1. Me definiu no dia de hoje cara amiga. saudade de ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida, saudades tuas também, saudades do nosso amigo através dos teus olhos!

      Um beijo.

      Excluir
  2. parabéns!! A descoberta do Átomo (rs) !! O Medéia melhor casar com Kerouac...foda-se o Jasão/Jasonette!!! tem muitos "eruditos" gauchos tb...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, pelo visto me acompanhas diariamente, será amor?
      Mas não fique ferido(a) seja o que for não te fiz por mal, ou fiz, vai saber?
      Casar com Kerouac é um prazer que não terei mais nessa vida, teria sido divertido. Mas quer saber? Diversão e casamento não combinam muito. Passo a vez!
      Quanto aos "eruditos" pra que tanto ciúmes?

      Adorei o Jasão/Jasonette!!!
      E como dizia o Caio F.
      " Que se fodam, que se fodam todos sem camisinha!"

      Excluir
  3. A inveja é a admiração ao contrário.

    ResponderExcluir
  4. "A força não provém da capacidade física e sim de uma vontade indomável."
    Mahatma Gandhi
    lembrei dessa frase, rs, e quanto ao amar, eu quero amar sempre, mas sendo sincera eu queria encontrar um único amor e que nele todos os demais sentimentos acontecessem, cada amor causa uma dor diferente e isso as vezes parece roubar uma pouca da nossa resistência, sei lá...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frase perfeita Patrícia.
      Um único amor é sorte.
      Acho que não, a vida é muito longa pra isso, mas sendo amor tá valendo!

      :)

      Excluir
  5. Minha loira, me fez chorar com seu texto. Forçar...bem sabemos o q é isso. Nós, que começamos nossas vidas tão cedo. Assumimos responsabilidades, pessoas, amores, dores...seguimos. Seguimos tantas vezes despedaçadas para q o entorno pudesse continuar seu fluxo. Em meio ao furacão nosso de cada dia vestimos nossa capa de super- mulher e regamos nossas dores com amor. Certa que nossos caminhos são reais e não "vidas perfeitas" como tantas mulheres pensam que vivem. Amor, esse é o único ingrediente que não pode faltar. O resto a gente dá conta. Saudade, sempre. Com amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te queria perto, bem perto de mim!
      Tantas vezes despedaçadas para que o entorno pudesse continuar seu fluxo...bem sabemos.
      Nunca comungamos do mito da perfeição, mas nos mantivemos fiel ao amor.

      Eu e tu tão longe e sempre tão perto.
      Saudades, saudades!

      Excluir
  6. A dor é inevitável, amar é opcional é decisão, aprender sempre compartilhar amar obrigado excelente o texto.

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto!

    Hoje estou em dor querendo sentir amor... tenho medo de doer mais...
    O amor não dói, mas as expectativas que gero em torno dele me fazem sentir uma dor profunda, tão profunda...que tenho medo dele!
    Bjoks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Breve vou postar um texto sobre expectativas Jaqueline!

      Bjs.

      Excluir
  8. Gosto das tuas trocas
    Há momentos que a "viagem" ou travessia é mais importante do que alcançar o destino.

    Como dizia Chico Buarque "Amar é iluminar a dor"

    Amor,amor ,coragem !Desde sempre!
    Beijo

    ResponderExcluir