Diários Revelados.






Não sei nadar em águas rasas só sei viver na imensidão. É lá naquilo que é profundo que me encontro. Rir de tudo é desespero. Não vou sorrir pra você agora. A clareza se abateu sobre meu corpo. Lucidez organizadora que silencia o caos. Tempestades apaziguadas na velocidade de um segundo. Silêncio.

Nadar na superfície por medo da morte é morrer por excesso de ar.  A morte do que se espera é a única possibilidade de encontrar o que realmente se precisa. A morte de todas as ilusões nos coloca frente a frente com o essencial. A verdade se esconde atrás das expectativas, e as expectativas nada mais são do que subterfúgios ordinários do desejo para mascarar a realidade. 

O eterno fluir de dentro e fora estancado pelo reflexo paralisante do espelho. Você que teme a morte, saiba que ela nasce lá onde o desejo acha que tudo pode. O desejo não pode tudo por que viver é ter que escolher. Apenas quando encontrarmos o Não, podemos desfrutar dos prazeres do Sim. A fantasia do Tudo coloca a psique num estado de expansão perigosa pela perda do sentido. O gozo absoluto nos leva ao nada e o nada é a morte e o vazio.

Os deuses tocaram o alarme há mais de mil anos, você não estava lá para ouvir? Só eles podem segurar o vazio com as mãos. O Tudo que desejas pertence ao reino do impossível, lá onde os limites se diluem na imensidão e a vida perdem a forma. É lá que a morte nos aguarda, sorrindo.Ela sorrirá para todos nós.



Do livro (futuro),
Diários Revelados.

Comentários

  1. Poética ... mas se posso contestar, o gozo absoluto é onde o nada e o tudo se encontram.

    ResponderExcluir
  2. Claro Flávio,pode contestar, rsrs

    Para haver gozo tem que existir desejo e o desejo só existe quando existe o que desejar. Por isso o tudo/nada é a morte do desejo e a morte do desejo é a morte psiquica.

    Breve te respondo tua pergunta lá in box.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Uma síntese construída por um jogo de antíteses: assim (não) é a vida (morte).

    ResponderExcluir
  4. Sendo a morte da cultura não perca seu nobre tempo me acompanhando.
    Auto-ajude-se, cure-se de mim!
    S.anta

    ResponderExcluir
  5. E o livro do presente? ROMA amor ao contrário ?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos