Liberdade.





Que se dane. Entre o "sim" e o "não" só há um caminho. Escolher. Ângela escolheu "sim". Ela é tão livre que um dia será presa. "Presa por quê?" "Por excesso de liberdade." "Mas essa liberdade é inocente?" "É." "Até mesmo ingênua." "Então por que a prisão?" "Porque a liberdade ofende." (...)



Clarice Lispector.



Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos