Sobre o amor.






O amor é uma corda esticada
entre seu desejo
e o desejo do outro.

O diálogo permanente
entre o possível e o impossível,

O encontro  
do sonho e da realidade.

O amor é limite tênue
entre a loucura e a sanidade  

É aquilo que sabemos
sem saber como dizer

A maldição que bem dizemos
A impossibilidade de escolher 

O amor é o lugar
do sim e do não

Para encontrá-lo
é preciso se perder 

O amor é o único sentimento 
que contém e suporta
todas as contradições.




Andréa Beheregaray

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos