Origem da família Beheregaray.


Hoje o primo Rodrigo Beheregaray inspirou-me a escrever sobre a origem da família Beheregaray. 

Beheregaray não possui um siginificado claro. De acordo com minhas pesquisas Behere significa "casa de cima"  garay " parte de baixo". Como os primeiros Beheregaray vieram dos Alpes franceses do País Basco, na minha fantasia o pessoal da casa de cima casou com o pessoal da casa de baixo dando origem ao nome. Mas provavelmente o significado encontrado pelo Rodrigo em um dicionário Basco faz mais sentido - BERE: seu/próprio; GARAI: tempo/oportunidade/alto/elevação/eminente/triunfo. Beheregaray então significaria "aquele que triunfa".

Seguindo com minhas investigações e construção da árvore genealógica dos Beheregaray no Brasil descobri que três irmãos embarcaram em um navio no país Basco e cruzaram o oceano, indo cada um para um lugar diferente. Um deles ficou na Argentina, outro no Uruguai e um deles em Uruguaiana - Brasil. Na reunião de família reunimos muito material, inclusive o cartão de embarque desta viagem. 

Quem chegou ao Brasil foi François Beheregaray, este sujeito barbudo da foto, junto com sua Catharina. De lá pra cá já nos tornamos mais de 500 pessoas. 

Não estou com os documentos em mãos agora, mas atualizarei depois com as datas corretas.

Pois hoje, o Rodrigo, nas suas consultas ao dicionário basco/espanhol. diz ter encontrado, entre tantas coisas interessantes, uma frase (máxima) que eles dizem no país basco:

"Andrea, sua ta itsasoa, guztiz da gaiztoa"

traduzindo: "a mulher, o fogo e o mar, são coisas muito perigosas"!


Andrea significa, portanto, "a mulher"!

ADOREI!!!!

Segundo ele Andrea Beheregaray significaria

"A mulher altiva" ou "A mulher que voa". 

Rodrigo, adorei, obrigada!!

O Rodrigo mantem atualizado o site do pai dele, o artista plástico Luiz Alberto Pont Beheregaray, conhecido por Berega.

"Sua temática foi recorrente às impressões da cultura de sua terra, sua região e suas impressões de sua infância em meio ao pampa gaúcho: sua gente, sua cultura e suas coisas e o inseparável cavalo. Neste quesito, rompeu fronteiras e o retratou em inúmeras raças, nos infinitos movimentos, usos, culturas e esportes."





Vale a pena conferir




Comentários

  1. Bela história tem a minha família!!!

    ResponderExcluir
  2. Andréa! Que máximo! Adoro histórias de família! A sua é linda! Tenho uma pessoa pra te indicar: quando você for a Gramado, passe no museu medieval. O dono é um super estudioso das origens de família e ele faz a consulta de graça (tem só a taxinha da entrada para conhecer o museu). Ele encontra na hora inclusive os brasões, símbolos das famílias etc. Bem legal! Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Carros parentes convido a todos que se integrem no facebook a casa basca contamos com farto material e sitos da web fornecidos pelo gov. basco para procura e tbm esclarecer duvidas e fatos de nosas historia e de nossa familia para evitarmos de que ela possa ser contada em fragmentos de maneira equivocada por parte de alguns de nos devido aos anos passados. a todos deicho meu fraterno cordial triplece abraco.

    Att.
    Gregorio Beheregaray 2´ ( filho de Gregorio B. Neto,neto de Gregorio B.Filho,bisneto de Gregorio B. e tataraneto de Francois Beheregaray.)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos