A Polícia e a USP

A POLICIA E A USP.

O mundo é dos ignorantes. O discurso de extremos é dos dois lados "se for pobre pode bater, se for burguês tem mais é que apanhar".
Que país é esse?
Existe um recalque contra os estudantes das universidades públicas chamados de "maconheiros, burgueses que estudam em universidade gratuita". Como se estudar de graça fosse pecado, como ser burguês fosse crime, assim como ser pobre. "Burguês tem que apanhar e pobre é sempre suspeito" -
Isso é o melhor que seu pensamento consegue chegar?

Pelo visto só a classe média escapa, por que média é a média ou seria? Mediana, mediocre, miope.

Mais além, mais além!!!

Temos que lutar contra a violencia policial, seja ela contra quem for!
Temos que lutar pela melhoria das policiais em nome dos próprios policiais sempre tão desamparados e desvalorizados no seu DIFICIL serviço.

Temos que lutar pela melhoria das condições de trabalho, da preparação de uma policia mais eficaz, do apoio e do amparo destes profissionais.

Lutar contra a violência policial é lutar pela proteção do próprio Policial Militar esquecido pelo poder público, linha de frente dessa guerra urbana.

Os policiais sabem o preço de ser policial, sabem que é alto. Sabem o preço alto da dor e do processo de deterioração psiquica a que são submetidos.


Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos