Sonhos cotidianos, amores mortos, saudades do que não existiu.




Abandonar os sonhos não vividos, o que poderíamos ter sido juntos e não fomos é, às vezes, mais difícil do que deixar para trás o que realmente se viveu. .   






Trecho(inho) do livro novo
Romã - amor de trás pra frente. 

Comentários

  1. Livro transborda amor :)

    ResponderExcluir
  2. verdade pura!
    preciso urgentemente acabar de ler minha recentes aquisições e ler teus livros...
    hehehe
    ;*

    ResponderExcluir
  3. É imprecionante que tudo que visualizo aqui tem à ver comigo.
    Adoro isso,me sinto acompanhada.
    Obrigada Carol pelo toque.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos