Sobre pessoas discretas.




O sujeito
excessivamente
discreto
é um vaidoso
disfarçado

Se esconde
em demasia
para aguçar
a curiosidade
e chamar
atenção





Andréa Beheregaray

Da série
As coisas nem sempre são o que parecem
ou vá além do óbvio.  

Comentários

  1. UAU! Essa foi fundo, mas concordo.
    Acho que todo excesso pode ser, e muitas vezes é, antagônico.

    ResponderExcluir
  2. Nem sempre há tantas estratégias ...
    (colocando de lado excessivo)
    às vezes é só uma tentativa barata
    (do menos é mais) p/enganar a fome

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

É a vida!