Samba do Diabo.





Hoje eu tô com o diabo no corpo.
no sangue,
boca
na dança das ancas

Hoje eu tô com o diabo na alma
no cheiro
na lingua
nas minhas melhores lembranças

Hoje eu to com o diabo nos gestos
no jeito
nas curvas
do meu coração   

Hoje eu tô como diabo nos olhos
apreciando desejos
esperando
meu futuro
incerto

Hoje o diabo me tem na palma da mão
Hoje Ele está aqui
a tirar o pó
das minhas emoções.



Notinha antes que algum católico espantólico praticante se espante e olhe para Meu Diabo como algo concreto. Não sou católica, sou grega por natureza!

Injustiça o que fizeram com nosso diabo, essa cisão burra e esquizóide entre o bem e o mal, Deus e o Diabo. Sou muito mais as religiões politeistas, essa coisa tudo junto misturado. Deuses mais humanos, humanos mais sagrados, nada dessa dicotomia entre bem e mal. 


Por que se não fosse o Diabo e suas tentações a vida seria um tédio vazia de emoções.

Não abro mão do Diabo que habita meu coração!    

Comentários

  1. Belo, muito belo e verdadeiro!
    Deuses mais humanos e humanos mais sagrados, o mundo precisa mais disso.
    O bem e o mal é algo único, está em tudo e todos, o Yin Yang, o Universo...!
    Tanto Deus, como o Diabo, pode ser bom ou mal, depende do ponto de vista!

    ResponderExcluir
  2. Há momentos que uma diabinha faz tda diferença :)

    O cara às vezes é bacana ...haha

    ResponderExcluir
  3. Também não abro mão.

    Perfeito

    beijos lindona.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos