A arte,o artista e a criação.





Processo criativo.

Materializar os momentos cotidianos, as grandes experiências humanas, as emoções sublimes ou cotidianas, tudo isso implica um enorme esforço, todo seu corpo fica comprometido, sua energia fica envolvida nesse processo, toda sua alma também.

Se você quiser criar algo realmente bom, isso tem que ser seu. Algo de dentro de você reacriado fora, por tinta, verso, cena, estrofe, dança, canção...seja lá a forma de expressão artística que você escolher, não há como se envolver pela metade!  



Quero indicar dois blogs de duas pessoas realmente interessadas no processo criativo, comprometidas.

O blog do Fábio, Filosofia Hoje     http://www.filosofiahoje.com/

 e o blog da Karine, Mytales http://talestelling.blogspot.com/



Comentários

  1. Nossa, Nossa... Fiquei lisonjeado, emocionado e tudo mais... :) Muito obrigado pela força Andréa Beheregaray e o mesmo também vale e EM DOBRO pra um certo blog chado Andreia TPM... Eu, como quase todo homem, não tinha ainda olhado por esse lado do "compromisso" achei que eu estava "só ficando" com meu processo criativo. Mas sim, estou amarrado, apaixonado, casado com minhas palavras.

    ResponderExcluir
  2. Sem duvida querida...super bj..bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Entao, minha querida. Concordo plenamente contigo. É preciso escolher ser um artista ou um cidadão comum. Outra coisa, que eu pelo menos demorei a descobrir, NAO sentir vergonha da dor. Esse mal estar significa discordância com a ordem injusta do mundo e nao fracasso. Nao conheço uma pessoa q tenha criado algo útil que seja bem adaptada a esse mundo. Só tenho uma pergunta a fazer aos felizes, o que voces criaram? Embora criar seja uma forma de felicidade.

    QUando puder veja esse video sobre arte http://www.cpflcultura.com.br/site/2009/10/16/integra-micropoliticas-em-atrito-suely-rolnik/

    Um beijo do observador

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos