Grande Conspiração da Mediocridade, a Grande Marcha dos Indiferentes

Por mais que minha razão tente descontruir a idéia de que a cultura americana é estúpida, uma idéia sem embasamento confesso, construída apenas por uma aversão natural aos Estados Unidos da América. Tenho sim uma idéia pré-concebida - pré-concebida por que não conheço esse povo e sua cultura, nunca convive com eles, minha aversão nasce da idéia de que são um povo inflado (do conceito junguiano) patrióticos demais (patriotismo cheira a burrice, das mais perigosas por que sempre os levou a guerra) e outras dezenas de adjetivos que não quero citar por que me colocaria no mesmo lugar que eles.

Hoje fui surpreendida por uma entrevista no programa DOSSIÊ GLOBONEWS; SEGREDOS DE ESTADO que vai ao ar, diariamente, sempre às 20:05 ( com reprise à meia-noite e meia). A primeira entrevista é com o ex-soldado Ethan McCord que socorreu duas crianças iraquianas durante uma operação militar em que os soldados bombardearam civis iraquianos.

O vídeo da operação foi  repassado ao Wikileaks -  a organização que se especializou em divulgar documentos secretos de governos - é já foi visto por mais de 14 milhões de pessoas. O soldado que repassou o vídeo foi rapidamente identificado Bradley Manning . Ele está preso e corre o risco de pegar mais de 50 anos de prisão por divulgar documentos militares. Atualmente nos EUA rola uma campanha a favor de Bradley . O site da campanha é  www.bradleymanning.org , lá você pode assinar uma petição a favor dele e se juntar aos internautas que publicam imagens com os dizeres "Eu sou Bradley Manning". 

O mais famoso deles é Daniel Ellsberg. Na guerra do Viatneã Daniel também divulgou imagens polêmicas, assim como Bradley. Ele costuma participar de vários protestos pela libertação de Bradley. 




Ethan McCord é um americano com uma lucidez impressionante. Lembrou-me alguém que estava dormindo e despertou, ou um cego que começa a ver. O preço, claro, de imenso sofrimento.
Enfim galera assistam e se informem, usem a internet para algo útil e não compactuem com a "grande conspiração da mediocridade" como disse o jornalista. 

Mais informações aqui.


Comentários

  1. Teresinha Oliveira.4 de setembro de 2011 09:04

    Não sei se vamos falar sobre o mesmo soldado, mas vá lá...Hoje muito cedinho, domingo, vi a entrevista de um soldado que foi p/ o Iraque. Jovem,com os braços todos tatuados, narrando a rotina de guerra e como ele se decepcionara com aquilo tudo.Contou inclusive como uma vã cheia de crianças foi metralhada, e ele, lembrando-se dos próprios filhos, tentou salvar algumas carregando-as no colo. Apareceram também imagens in loco do fato. Como acordei no sofá, com a tv ligada, não assisti na íntegra a reportagem.

    ResponderExcluir
  2. Bom diaaaaaa minha loira Lindonaaaa

    Andréa também vi a entrevista, a gente sempre imaginou, mas nunca teve certeza, neh
    A minha indignação é a mesma que a sua.
    Fiquei pensando o de sempre, bando de hipócritas sem noção, sem humanidade, sem tudo, eu da mesma maneira que o Ethan espero que o Bush e mesmo tantos outros por aí, não durmam nunca, o que duvido.
    Mas vem aí 11 de setembro e todos vão chorar e proclamar aos quatro cantos do mundo o quanto os EUA e sua população foram vitimas há dez anos, espera só pra ver.
    E ninguém chora os milhões que eles fazem sofrer, matam, invadem, ... No final já nem sei mais quem é terrorista mesmo.
    Deixa kto

    beijos lindona, um ótimo domingo pra vc
    Ótima semana.

    ResponderExcluir
  3. É esse mesmo Terezinha. Ele socorre duas crianças feridas dentro da van. Estavam indo para escola, o pai parou para socorrer civis feridos e o helicóptero - de onde eram feitas as filmagens - abriu fogo. As cenas são impressionantes.
    Dja,na entrevista ele fala sobre o 11 de setembro e de como usaram o ódio dele, manipularam. Ele disse que quando chegou ao Iraque tinha a idéia de que eram TODOS terroristas e lá percebeu que eram pessoas como ele.
    Várias vezes ele fala disso, de serem como ele e como os filhos dele - isso se chama empatia e apenas isso é capaz de parar nossa violência.

    É isso gurias, perder a capacidade de se indignar e participar da marcha dos indiferentes.

    Um beijo queridas!

    ResponderExcluir
  4. Eu vi lindona ele falando que eles põe na cabeça deles, que eles são tudo terretoristas, sejam crianças, mulheres ou homens, que incultem o ódio neles, e de os outros soldados terem rido ao ver ele tentar salvar as crianças e muito poucos deles, achar que ele tava certo, aiiii Andréa como digo, Indignadaaaaa, aliás como sempre.

    beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos