quinta-feira, 30 de junho de 2011

Imaginação fértil.






O que os olhos não veem


a cabeça imagina


e o coração sente em dobro.


3 comentários: