terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Inverno.


Há algo que jamais se esclareceu

Onde foi exatamente que larguei

Naquele dia mesmo

O leão que sempre cavalguei


Lá mesmo esqueci que o destino

Sempre me quis só

no deserto sem saudade, sem remorso só

Sem amarras, barco embriagado ao mar

2 comentários:

  1. Amiga querida tem um lindo selinho lá no meu
    blog para vc.enfeitar o seu blog...eu quero voar
    no seu blog...pegue o seu...beijos lindaaa!!

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu adoro essa música!

    Abraço meu.

    ResponderExcluir