Você é muito Bukowskiniano




Se você pensasse em voz alta, você lembraria muito Bukowski.
E as mulheres então perceberiam.
Mas a maioria delas prefere parar na primeira cena
sempre tão vulneráveis as aparências
-
E quando algum pensamento mais alto
vem à tona
e ressentidas elas se vão, você apenas aguarda
sabendo que logo elas retornam
como as velhas putas de Bukowski
reclamando a conduta, ressentidas
te chamando de safado e pedindo pra voltar

Você não diz nada, não lhe interessa dizer
gastou tua boa conduta e teu charme
com novas putas ou com aquele pequeno grupo que você admira
admira e come
mas, se estas também se forem
você também não vai lamentar

Que fique quem quiser ficar
que bata a porta quem quiser bater
mas que não lhe compliquem
nem encham o saco
e que lhe deem algum prazer
roubando o tédio.

Gosto muito do tom baixo dos teus pensamentos
assim mantenho baixo os meus
deixo as cenas bukowskinianas para as outras
tuas putas tolas
iludidas
elas aliviam meu lado

eu faço xixi de porta aberta
enquanto conversamos
e você sorri e me cuida, às vezes
e quando se entedia comigo
não deixa escapar teus pensamentos bukowskianos
e eu escapo de ter que lhe responder desaforos
assim ninguém arranha o céu das coisas

e assim a gente pode seguir devorando
um ao outro
por que apesar de não precisar, gostamos
matando a fome,
como Bukowski com suas putas,
não comeria Bukowski
mas gosto de comer você B.

Comentários

  1. putz...

    acho que foi o texto mais adulto, mais maduro e mais real que li nos últimos tempos...

    impecável.
    genial, eu diria.

    parabéns !

    beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  2. primeira vez aqui, e gostei !
    espero um comentario seu lá no meu !
    adorei seu texto
    beeijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

É a vida!

Ser.

Árvores Floridas