domingo, 28 de novembro de 2010

SEDE.


tua ausência
tem gosto de sal.


Nada mata
minha sede.


Tenho sede de ti.

Andréa Beheregaray






sábado, 27 de novembro de 2010

Liberdade.

"Que nada nos defina. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância."

Por que inteligência é afrodisíaco, Charles!

Ela era bela e pertencia a um homem, a um professor da faculdade.

Não era muito justo. Os sedutores bem educados.

A educação era o novo deus, e os homens educados os novos senhores do mundo.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O amor que merecemos.




Prepare- se: vou falar coisas duras. Na minha sincera, desinteressada e afetuosa opinião de quem quer te ver feliz: tua relação com o Ernesto não existe da maneira como você pensa. Eu me atrevo a achar. Luciano, desguia, entra noutra, arruma um namorado novo, gatinho sem problemas, que dê cama & carinho. E simples e gostoso. Por que não? Não se puna. Não finja que-os-problemas-foram-superados-e-tudo-está-num-ótimo-astral. Chama uma Ro-Ro, vira a mesa de vez e parte pra outra. Você, como qualquer ser humano, precisa de amor — e como ser humano legal e especialíssimo, merece amor de uma pessoa bonita.


Caio F. Abreu in “Cartas”

Rio de Janeiro.


"Rio para não chorar."


frase do meu querido amigo, perfeita para traduzir a situação do Rio hoje.

Fábio Fabrício Fabretti.


Entrevista do Fábio.

Charles Bukowski!

"...sabia que tinha alguma coisa fora do lugar em mim. Eu era uma soma de todos os erros: bebia, era preguiçoso, não tinha um deus, idéias, ideais, nem me preocupava com política. Eu estava ancorado no nada, uma espécie de não-ser. E aceitava isso. Eu estava longe de ser uma pessoa interessante. Não queria ser uma pessoa interessante, dava muito trabalho. Eu queria mesmo um espaço sossegado e obscuro pra viver a minha solidão. Por outro lado, de porre, eu abria o berreiro, pirava, queria tudo e não conseguia nada. Um tipo de comportamento não se casava com o outro. Pouco me importava."




Charles Bukowski!

Acho que acabei de me apaixonar.


Áh, graças a Deus, estava precisando me apaixonar por alguém, cair de encantos.


Estou encantada com Charles.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Um amor para amar.

*
*


As balzaquiana não foram feitas para vida de solteira!



Vida de solteira é coisa para menores de 30.
As mulheres com mais de 30 foram feitas para o amor.
Um amor para amar.

Andréa Beheregaray

Grandes cucas confusas.


"Eu te amei muito. Nunca disse, como você também não disse, mas acho que você soube. Pena que as grandes cucas confusas não saibam amar. Pena também que a gente se envergonhe de dizer, a gente não devia ter vergonha do que é bonito. Penso sempre que um dia a gente vai se encontrar de novo, e que então tudo vai ser mais claro, que não vai mais haver medo nem coisas falsas. Há uma porção de coisas minhas que você não sabe, e que precisaria saber para compreender todas as vezes que fugi de você e voltei e tornei a fugir. São coisas difíceis de serem contadas, mais difíceis talvez de serem compreendidas — se um dia a gente se encontrar de novo, em amor, eu direi delas, caso contrário não será preciso. Essas coisas não pedem resposta nem ressonância alguma em você: eu só queria que você soubesse do muito amor e ternura que eu tinha — e tenho — pra você. Acho que é bom a gente saber que existe desse jeito em alguém, como você existe em mim.”

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Desejo Beauvoiriano.




*

*

*








Eu queria me casar com o Sartre.




Ou com a Simone.




Ou com os dois.




Acho que ia ser bom.




Ou não.




De qualquer forma, eu queria.




Uma pena.




Na dúvida, Paris me basta.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Desistir.




Calmamente ela desistia das pessoas. E com o passar do tempo, e quanto mais o sol nascia na sua janela, mais calmante ela desistia. Na impossibilidade de não amanhecer todos os dias, mansamente ela vivia. Aprendia todos os dias a suavemente desistir, sabiamente desistir de tudo o que resiste, ou deseja com fraqueza. Por que ela acreditava que amor não se pede e então, se tivesse que pedir, partia.

E ao longo dos dias que se sucediam, ela ia ganhando o ar sereno daqueles que sabem desistir em paz. Aprendeu com o tempo a usar sua força naquilo que valia a pena. E se alguém por ventura quisesse ficar, então ela amava.


Amava com a força daqueles que não desistem nunca daquilo que quer ficar.








domingo, 21 de novembro de 2010

Vaticano.

"Deus está em todos os lugares"


Menos no Vaticano.
É que tem poder, ouro e luxo demais por lá, o que lhe impede a circulação.
Deus não frequenta o Vaticano, é contra seus valores.

sábado, 20 de novembro de 2010

Amadurecer.

Gosto muito da forma que Frida traduz, nesta frase, a idéia de maturidade súbita.
Algo que acaba, assim de repente, com nossa inocência primeira.





''Algum tempo atrás, talvez uns dias, eu era uma moça caminhando por um mundo de cores, com formas claras e tangíveis. Tudo era misterioso e havia algo oculto; adivinhar-lhe a natureza era um jogo para mim. Se você soubesse como é terrível obter o conhecimento de repente - como um relâmpago iluminado a Terra! Agora, vivo num planeta dolorido, transparente como gelo. É como se houvesse aprendido tudo de uma vez, numa questão de segundos. Minhas amigas e colegas tornaram-se mulheres lentamente. Eu envelheci em instantes e agora tudo está embotado e plano. Sei que não há nada escondido; se houvesse, eu veria."


Frida Kahlo

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Bad Romance.

Make me fell
Meio que me fio
Meio que me fodo.




Filme Simone e Sartre - Download


Sorbonne, Paris, 1929. Simone de Beauvoir se apaixona pelo carismático jovem gênio, um rebelde contra os valores burgueses: Jean Paul-Sartre. Juntos, eles embarcam numa viagem erótica e emocional. Depois de vinte anos na profunda perversão, ela encontra forças para reivindicar sua própria identidade e fama. Em uma viagem pela América, ela conhece Nelson Algren, futuro vencedor do prêmio Pulitzer, e descobre uma nova forma de viver a sexualidade. Depois de se apaixonar, ela escreve seu famoso livro O Segundo Sexo. Ao retornar a Paris, Simone se sente dividida: sem Nelson, sua vida fica vazia, e sem Sartre, sem significado
Dica imperdível do blog da Fabiane

Download no blog dela.

Pode levar, tá tudo pronto.






Já estou de malas prontas.

Coloquei lá o mais importante.

Pode levar, com o que lá está, pouco vai te faltar.

De malas prontas,

pronta pra te fazer feliz.

Andréa Beheregaray
:)

Faixa de pedestre.



Essa campanha, a primeira vez que ouvi sobre ela pensei "vai ter um monte de gente atropelada por ai".

Não gosto desta campanha, sou a favor da educação no transito sem dúvida, mas essa campanha não me parece inteligente.

O sujeito estende a mão junto com a perna e já sai atravessando, acreditando que temos que frear imediatamente. Claro que temos que respeitar os pedestres, mas e o que a gente faz com os carros que vem atrás? Hoje na Érico uma santa resolveu estender a mão cheia de razão, e atravessou, resultado : 4 carros bateram, engavetamento. E ai? O que se faz quando estamos em uma via mais movimentada?

Dependendo do local em que estamos não dá para simplesmente freiar o carro!!

Outro dia um amigo meu, Fernando, parou educadamente o carro na faixa, o pedestre satisfeito foi atravessar e o carro que vinha ao lado e custou a perceber a parada "brusca" atropelou o pedestre!

Fico indignada. Nem sempre dá tempo de freiar!! Ridículo, e mesmo que dê os carros atrás não tem a mesma visão que o primeiro, não tem como ver 3 carros na frente, óbvio. O pedestre também tem que ter bom senso de onde atravessar e de ter a sensibilidade que não basta estender o braço, que não existe apenas um carro na pista.

Campanha idiota.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Diabretes.

*
*
*
*
*
*
*
*
"O diabo está em dúvida, não sabe se me pede em casamento, ou propõe sociedade"
*
*
*
*



Você leva desaforo para casa?


"Não sou mulher de engolir sapos.


Sapos não engulo não.


Prefiro beijá-los."

Andréa Beheregaray

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

LOVE-LOVE-LOVE


"O ódio deve se tornar produtivo. Caso contrário, é mais sensato amar logo de uma vez"




Karl Fraus.

O inconsciente e a violência.



"O gatilho de uma arma é apertado por um único homem,
impulsionado pelo desejo de vários."

Andréa Beheregaray


domingo, 14 de novembro de 2010

Sugestão de presente de Natal!


O livro pode ser adquirido direto com a autora,


Em Porto Alegre você encontra na Palavraria




Livraria Cultura




Ou pela internet na Livraria Saraiva




R$ 25,00

Casa do Caio Fernando Abreu - Feira do Livro.



Pessoal, a movimento para preservar a casa do Caio Fernando Abreu permanece.

Zezo Vargas, um querido velho-novo amigo, conseguiu um espaço na feira do livro para arrecadação de assinaturas. Essas assinaturas serão anexadas ao pedido de tombamento da casa.
O livro está no Balcão de informações, em frente rádio gaúcha, bem no centro da praça ( rua Sete de Setembro ). Quando forem na Feira do livro deixem sua assinatura por lá e divulguem!

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Meu Amor.



"O amor que sinto por você


Vai acender todas as luzes iluminando o caminho.


Esse amor é guia na escuridão.


Não se preocupe, não te perderei.


Não nos perderemos na noite escura.


Mesmo sem ver, eu posso sentir.


Você está voltando pra mim."


Para que você volte.






"cuido meus olhos para não me traírem e não te assustarem e não ficarem querendo entrar demais dentro dos teus olhos, então eu cuido devagar tudo o que digo e todo movimento, porque eu quero que você venha outras vezes."

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Ôh lá em casa...


Quando eu ficar rica vou contratar alguns empregados.
Fiz uma pequena lista, pré-seleção de alguns candidatos.




Rodrigo Lombardi, devidamente uniformizado de Raji, deve limpar a piscina e lavar a louça.


Murilo Rosa, com seu traje de Corte Real, será responsável por carregar as malas..

Wagner Moura, áh, Wagner Moura, de Capitão Nascimento ficará responsável por fazer minha escolta particular dentro de casa.

Rodrigo Bocardi, vestido de Rodrigo Bocardi mesmo, será contratado para me servir o café e ler para mim as notícias matinais.
*
E como serei MUITO rica terei que contratar empregados para minha casa na Inglaterra.
Por questões antropológicas prefiro contratar nativos.
Ai vai meu time inglês de empregados.

O princípe Harry fica responsável pelo jardim, pela limpeza dos vidros, manutenção dos banheiros e pagamento das contas.

Jonathan Rhys , do The Tudors,mais conhecido como Tudors de bom, deve tirar o pó, colocar flores frescas na casa e arrumar as camas.

Jude Law para motorista particular, cabe a ele me buscar no aeroporto sempre que eu desembarcar em Londres.

Henry Cavill, outro "tudors", deve preparar as refeições.

Esse será meu time básico de empregados, além de massagista particular, manicure e cabeleireiro.

Ulbra TV- hoje às 11h.

Dia 11 às 11h vou participar do programa TPM - tudo para mulher, na Ulbra TV, para falar do meu livro TPM- crônicas de uma mulher.
Programa perfeito para tratar do assunto!






De segunda a sexta, às 11 horas, na Ulbra Tv (48 UHF e 21 Net)

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

TUA.


Teu beijo é um mistério, um enigma


Ganhei teu beijo e percebi


Um coração que nasceu logo aqui.


Você me olha e ele brilha.




A coisa mais bonita que meu amor fez por mim.


A coisa mais bonita que me amor fez por mim foi acariciar as cicatrizes que o velho amor deixou. Em silêncio, suave, tocou e compreendeu que a velha marca me preparou para novas vivências. Entendeu que sem elas nosso novo amor não seria possível. Não teria esse gosto denso de dor passada, a sabedoria da cicatriz deixada e a superação da dor vencida.
A coisa mais bonita que me amor fez por mim foi acolher meu corpo marcado de antigas batalhas e nada dizer. A coisa mais bonita que meu amor fez por mim foi oferecer abrigo, secar meu corpo molhado e aquecer minha alma antiga e já tão vagarosa de tanto frio, me dando abrigo, silêncio e calor.
A coisa mais bonita que meu amor fez por mim foi olhar bem no fundo dos meus olhos, como quem mergulha, e me mostrar novas formas de amar. Deslizou suave pelas feridas de meu corpo, e segurou firme meu coração em suas mãos.
A coisa mais bonita que meu amor fez por mim foi dar vida nova a um corpo tão cansado, me fazendo respirar outra vez.
A coisa mais bonita que meu novo amor fez por mim foi beber da minha liberdade, me dar a mão na escuridão e me mostrar que amor não acaba nunca, é sempre mais, mesmo que findo é sempre belo, mesmo que partida. Me mostrou que amor também pode ser encontro, um golpe de sorte ou hora marcada. Que amor dos bons é magia e mistério e também teimosia. Que todo amor é sagrado.Todo amor é sagrado.
Meu amor, tira de mim, como por encanto, essa dor tão antiga, essa solidão de nascença, quando me olha e sorri.
A coisa mais bonita que meu novo amor me ensinou é que as cicatrizes são marcas da batalha, símbolos de luta, registros da coragem de quem não se esconde.
Antes, sempre e tanto e um pouco mais.