Do que você tem medo?


Eu não tenho medo de amar muito.



Meu grande medo sempre foi o de não conseguir amar, o medo da anestesia afetiva.



A anestesia afetiva é o que me apavora.

Comentários

  1. Ah, não sei.
    É que, às vezes, o amor dói tanto!

    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  2. Jamais deixar de sentir!

    Os indiferentes me dão medo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Dolorida deve ser a vida de quem se priva do amor...
    Mas a maior dor é nunca ter sentido.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos