segunda-feira, 26 de julho de 2010




Amar é reconhecer a falta.

Reconhecer a falta é assumir a necessidade.

Amar requer coragem exatamente por isso, pela coragem de se reconhecer frágil.

A força consiste na coragem da fragilidade, no movimento de entrega, na necessidade do outro.

Tudo isso implica o risco de sofrer. O risco da perda do objeto amado.

Forte é aquele que para amar assumi o risco de sofrer.

Mais forte ainda é aquele que sofrendo deseja amar outra vez, e mais outra, e mais outra.

Amar muito, intensamente, e se tudo desacontecer sofrer muito, intensamente.

É preciso coragem, muita coragem é o que é preciso.

Amar é lindo, mesmo que triste.

Amar é lindo, mesmo que doa.

Amar é vida, mesmo que um dia morra.




Ai.ai.ai.ai.

3 comentários:

  1. Nossa, que inspiração!
    Lindo!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Tô desconfia que tu anda lendo meus pensamentos...

    ResponderExcluir
  3. Perfeito!
    Lindo,lindo!

    "É preciso coragem, muita coragem é o que é preciso...Amar é vida, mesmo que um dia morra."

    P.S. -> Postarei no meu blog.

    ResponderExcluir