domingo, 2 de maio de 2010

Lindo!!!!!

Ah, se eu fosse marinheiro
era eu quem tinha partido
mas meu coração ligeiro
nao se teria partido
ou se partisse colavacom
cola de maresia
eu amava e desamava
surpreso e com poesia

Adriana Calcanhoto.

Um comentário:

  1. Nao buscaria conforto. Nem pensaria em dinheiro.

    ResponderExcluir