Canibais



Hoje em dia as pessoas se comem : "comi fulana, comi beltrano".

Definitivamente não sou deste tempo. Não sou comida, sou pessoa.

Tempos de canibais, em que tudo pode ser consumido, até as pessoas.

Te liga, tua fome é outra

Não é de corpo, é de afeto.






Comentários

  1. Rá!!! Perfeito, Andréa!!!

    Eu fazendo dissertações sobre o tema e tu, com uma baita perspicácia, dá o xeque-mate em seis frases.

    Sou tua fã :D

    ResponderExcluir
  2. Gente, se come ou é comido, quem come ou é comido, não sei.
    Mas que dá pra se lambuzar nesse tema, isso dá!
    E disso eu gosto! hahahaha
    A conclusão deixo pra pessoas mais iluminadas como vcs, minhas 'ídalas'!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Luiza, essa foi para os comedores compulsivos!
    Aqueles que nem sabem bem o que estão comendo, que comem com falta de classe, não sabem saborer uma refeição.

    Enfim, um monte de gente que anda solta por ai, hehe.

    ResponderExcluir
  4. Adorei Andréa. Também me assusto com as pequenas brutalidades contemporâneas.
    Bjs, Flor.

    ResponderExcluir
  5. Esse povo guloso é f*
    Sou tua fã[2]!
    beijo;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos