Caio Fernando Abreu, física quântica e o Menino Deus





Não li todos os livros do Caio Fernando Abreu, no entanto, dos que li Ovelhas Negras é meu preferido.

Uma coletânea de textos escritos entre 1962 até 1995. Se chama "Ovelhas Negras", pois estes textos estavam guardados nas gavetas de Caio.

Adorei os textos que aqui encontrei, assim como o nome, que muito agrada.

Para mim Caio e Clarice são, em algum lugar do espaço, irmãos gemêos.
Adoro o Caio. Adoro não, amo. Caio era meu vizinho, passou a vida no mesmo bairro que eu vivo. O Menino Deus. Se como ensina a física quântica o tempo e o espaço não existem, são construções e não passam de uma ficção para organizar a mente humana, então...então eu sou vizinha do Caio Fernando Abreu!!!
O que tem isso? Para você talvez nada, para mim, muito. Muito dos textos do Caio falam do Menino Deus, muitas das paisagens citadas em seus contos, são do Menino Deus. Quando os leio sei do que ele fala, posso ver o que ele diz.

Nasci e cresci no Menino Deus, acho mesmo que vou morrer por aqui. Do meu bairro o morador mais ilustre, sem dúvida, é o Caio.
Existem outros famosos. Paula Poeta era vizinha de prédio; o Marcelo Dourado (vencedor do BBB), estudou na mesma escola que eu; e a Dani Bollina, aquela menina bunduda do pânico eu vi nascer; áh e teve ainda um paquito da Xuxa. Mas não querendo menosprezar os demais vizinhos, para mim Caio deu ao Menino Deus um plus a mais de magia. Depois que Caio viveu aqui o Menino Deus ficou encantado.

Ele morreu no hospital Mãe de Deus, o mesmo em que dei a luz aos meus filhos. Onde ele encontrou a morte, eu encontrei a vida. Ele andou de caloi por aqui "Minha irmã Cláudia ganhou uma Caloi 10 de Natal do noivo (Jorge, lembra?), e eu me apossei dela e hoje mesmo dei voltas incríveis pelo Menino Deus(?)." Dizia ele “Mas como eu ia tentando dizer para esclarecer de uma vez por todas, e duramente: não é verdade que eu esteja apaixonado por Porto Alegre. Somos apenas bons amigos. Aliás, nem moro em Porto Alegre. Moro no Menino Deus, do qual Porto Alegre é apenas o que há em volta.(…)” ( A cidade dos entretons).

Foi aqui que ele travou sua luta pela vida contra o vírus HIV, aqui que viveu seus amores, suas dores e desesperos. Foi aqui bem pertinho.

Mario Prata escreveu uma crônica sobre a morte de Caio, disse ele:

Impossível não falar do Caio. Do Caio F. Do Caio Fernando de Abreu, morto domingo, depois de passar os últimos meses da sua vida na casa dos pais, em Porto Alegre, num bairro chamado Menino Deus, a cuidar de si e de rosas.
Todos sabíamos que ele ia acabar no Menino Deus. Mas não sabíamos quando.
[...]Onde andará Caio Fernando? Em Menino Deus, certamente. Eternamente.

Não conheço Mario Prata, mas o fato de não conhece-lo não muda minha convicção: ele está certo.

Caio está aqui. Caminhe pelo Menino Deus e você poderá entender um pouco melhor o que ele escreveu. Entender não, sentir.

Sempre me pergunto se algum dia cruzamos um pelo outro. Sei lá, como naqueles filmes "vidas cruzadas". O que isso muda para mim? Não muda muito não, mas como eu acredito na quântica, no Caio, e na permanência das coisas que vibram e se perpetuam no azul, sei que hoje, ainda hoje, Caio caminha pelas ruas do Menino Deus. Nos dias de sol posso -lo andando pelas ruas, nos dias de chuva sei que ele espia por alguma janela. Espia e inspira.

Tem nada não, amanhã vou sair e tomar um café com Caio.

Duvida?

É só fechar os olhos e abrir o coração.

Comentários

  1. Quem leu nunca mais deixa de lembrar dele. Onde as ovelhas negras não são as desprezadas, mas as bem-vindas!!
    Amei o post!! Qualquer dia vou no Menino Deus tomar um café contigo e com o apaixonante Caio. Enquanto isso, fecho os olhos...
    Bjos e boa semana ;-)

    ResponderExcluir
  2. Juliiana,

    Vou abrir uma cafeteria, se chamará "Morangos Mofados", ou um bar "Ovelhas Negras".
    Que tal?
    Pois venha, te esperamos, eu e o Caio.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Também sou cria do Menino Deus e, como você, tenho a mesma sensação ao pensar em Caio (rimamos na paixão pelos Cs). Caio menino brinca de balanço em algum jardim.

    beijo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos