Até o grande amor cansa!! Balzac para Balzaquianas!


A despeito do que poderia os desavisados pensarem,amor e cansaço não são incompatíveis.As pessoas cansam de amar, cansam mesmo.Cansam de amar no vácuo, no vazio, a contragosto,na marra, na mão única,com esforço, no amor à camiseta,cansam de amar quando amar é uma luta inglória,é uma sede saciada a conta-gotas.


As pessoas cansam de nos amar apesar de nos amarem muito,as pessoas cansam de nos amar quando o amor é à custa de teimosias,defeitos, desaforos, desatenções, estupidez, falhas de caráter,falta de tempo, descuidos, TPM, stress, chatice, drama, descaso,reclamações, egoísmo, omissões, negligências, filhadaputices, prioridades outras, grosserias, inaptidões, incapacidades, má administração, indiferença, cronograma insano, sacanagens, ingratidões, desídia, pouco caso, desconsideração, intolerância.


O amor suporta muito e não espera um escambo de atenção e sentimento,mas o amor tem ida e vinda, tem mão dupla,tem uma razão outra que não é puro altruísmo e desapego.Não pense que quanto mais o outro suporta,quanto mais o outro luta, maior é o seu amor.Isso é uma sabotagem imbecil de quem não se sentemerecedor ou capaz de retribuir.Pai dedicado cansa. Filho devoto cansa. Irmão parceiro cansa.Amigo de fé cansa. Até o grande amor cansa.As pessoas cansam e desamam e se perdem e vão embora e não voltam mais. Amor não é para sempre, não, não se engane. O que é para sempre é saudade.


E a gente fica triste e fica infeliz e fica miserável e fica com a vida besta e vazia depois que quem nos ama desiste, a gente fica com a vida oca, fica tudo preto e branco e a gente acha que tudo bem,que vai ficar tudo bem e a gente se engana que supera,paciência, não era pra ser,não era forte o suficiente, não era verdadeiro o suficiente,mas não fica tudo bem, não supera coisa nenhuma, não era pra ser uma ova. Nananinanão, senhor. Porque a gente também cansa da tristeza e do vazio,a gente também cansa da solidão e da miséria,a gente também cansa da infelicidade,mais cedo ou mais tarde, e aí ó, babaus, já cansaram de nós.


Portanto, não ponha o amor à prova. Não se proponha a testar até onde ele suporta. Amor não é gincana, não é rali, não é prova de resistência.Amor é pra amar e cuidar muito bem. Já chega o fato de que tem todo o resto do mundo para criar problema,para dar trabalho, para dificultar as coisas. Lute por e não contra. Lute muito, lute bastante.Mereça o seu amor enquanto ele ainda é seu e ainda está aqui.


Honoré de Balzac

Comentários

  1. Ai adorei esse homem e esse texto!
    Só de ler já fiquei cansada.

    ResponderExcluir
  2. Ih, teremos que começar a elaborar a pauta! rs
    Amiga, Memórias de minhas Putas... me deu uma melancolia fdp!
    Enfim... hoje estou complexa! rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. As pessoas "cansam" do amor, o amor "se cansa" ou seria que, na real, quando todos esses fatores ruins DOMINAM o cenario ele se ESVAI, acaba?

    Sinceramente, acho que quando esse tipo de coisas SUPERA o sentimento, nao seria bem o amor que "murcha", mas sim que MIGRA. Se manda. Adios, pampa mia.

    ResponderExcluir
  4. Eu achooo... hm.
    Eu acho que o amor vai embora (se ele mesmo existir numa relação)quando o outro faz de nós (ou nós fazemos do outro) uma pessoa que não é melhor, mas sim diferente e/ou pior. É quando nós ou os outros permitimos que nossos parceiros nos transformem em pessoas presas, infelizes, teimosas, fechadas, etc.
    É uma via de mão dupla, sim: nos abrimos ao afeto quando amamos, permitindo-nos mudar. Quando, nesse afeto, recebemos ou entregamos coisas negativas, estamos sendo transformados ou transformando os outros de uma forma ruim.
    Não há amor que subsista numa relação assim.
    Ele foge mesmo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos