Cabeça de Ovo.

Nessa história toda, alguém tem que morrer e certamente esse alguém não sou eu.
Exatamente cabeça de Ovo, essa você acertou. Se não sou eu, então é você!
Perfeito, pela primeira vez você conseguiu acertar uma resposta difícil. Ironia? Puxa, você está ficando bom nisso. Anda treinando no banho, heim?!Garoto esperto. Continue assim que você logo chega lá, afinal quem demorou 1 ano para identificar ironia no meu tom de voz, é realmente alguém de muito futuro.

Se estou mal humorada? Imagine...é o sol que hoje está muito quente. Não tem sol lá fora? Nossa Cabeça de Ovo, então, não sei. Talvez seja você. Você já imaginou que pode ser você?

Você e esse péssimo hábito de mentir para apaziguar a vida. Perceba, não é a mentira, que nem podemos considerar como tal, pois algo para ser considerado mentira precisa de fato convencer o outro. Necessariamente deve passar por verdade. É preciso crer. O que não acontece. O que realmente me deixa irada na sua tentativa de mentira é a ousadia. É em algum momento acreditar que eu acreditaria. Ingênuo ou ousado, no mínimo corajoso, admito. Sempre que você poe em cena seu teatro fico pensando, mas que tipo de mulheres o Cabeça de Ovo está habituado a se relacionar? Cabeças de Ovas, por certo. Ovas que se tivessem no cérebro metade do que tem nas ancas dominariam o mundo e ganhariam o Big Brother, seu grande sonho.

Nossa! Acertei um dos seus grandes sonhos? Como eu consegui? Segredinho...é que, enfim esse é o grande sonho de 10 entre 9 Cabeças de Ovo do mundo.

Tá certo, acordei azeda, assumo.
Te ter em minha vida é um insulto permanente.
Não acreditar-te e continuar a derreter entre teus dedos é o que me mata.

Oi? Eu disse mata? Não, não você ouviu errado. Mata uma Ova. Foi ata, o que eu disse.
Porque aqui, se alguém tem que morrer, justo seria que fosse você.
Escreveria: aqui jaz Cabeça de Ovo, um homem surdo, mentiroso, burro e apaixonante. Aqui jaz o homem que amei.
Mas não morra hoje, Cabeça de Ovo, amanhã, talvez, amanhã...

Com carinho, tua.

Comentários

  1. Amora... Sir Cabeça de Ovo é leitura obrigatória nos meus dias.

    As cartas: estou montando uma matéria para uma revista do Paraná. As cartas postadas até quarta-feira vão me ajudar a ilustrar a edição. Podias me mandar uma cartinha, né!? Juro que respondo! =)

    beijo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos