Dica de livro


"É verdade que, na nossa cultura, o sexual triunfou sobre a sedução e anexou-a como forma subalterna. Nossa visão instrumental inverteu tudo. Pois na ordem simbólica é a sedução quem está lá primeiro, sendo que o sexo ocorre apenas por acréscimo."
*
*
"(...) cada um seguiu uma regra que nenhum dos dois conhecia. A regra desse jogo que, como toda regra fundamental, deve permanecer secreta é que a morte não é um acontecimento bruto e, para se cumprir, deve passar pela sedução, vale dizer, por uma cumplicidade instantânea e indecifrável, por um único signo que talvez não tenha sido decifrado."
*
*
(...) todavia tudo guarda a leveza do acaso, do gesto furtivo, do encontro acidental, do signo ileível. Assim funciona a sedução..."
" O enfeitiçamento se faz daquilo que está oculto."
*
*
O segredo.
"Qualidade sedutora, iniciática, daquilo que não pode ser dito porque não tem sentido, daquilo que não é dito e que, apesar disso, circula. Assim , eu sei o segredo do outro, mas não digo, e ele sabe que eu sei, mas não levanta o véu; a intensidade entre os dois nada mais é que o segredo do segredo. Essa cumplicidade nada tem que ver com uma informação oculta. Ademais, se os parceiros quisessem revelar o segredo, não poderiam, pois não há nada o que dizer..."
Jean Baudrillard.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É a vida!

Ser.

Árvores Floridas