Das pequenas coisas ®09/12/2009 por marjoriebier


Momentos toloslindos
de minha vida Clariceana.
Feminina essa minha veia.
Lispectorante.
Sopro quente em limo
de boca calada e errante.
Disfarça a minha farsa
de frágil datilógrafa romântica.
Sou mulher-Haia nessa estrada
De argamassa lisaásperacriante.
.
(à Clarice Lispector, poeta das pequenasgrandes coisas, falecida em 9 de dezembro de 1977)


Roubado da Marjorie.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos