Não há grandes dores em grandes arrependimentos, nem grandes recordações.
Tudo se esquece, até mesmo os grandes amores.
É o que há de triste e ao mesmo tempo de exaltante na vida.
Há apenas uma certa maneira de ver as coisas e ela surge de vez em quando.
É por isso que, apesar de tudo, é bom ter tido um grande amor, uma paixão infeliz na vida.
Isso constitui pelo menos um álibi para o despero sem razão que se apoderam de nós."

ALBERT CAMUS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos