Minha natureza...


Sou chama alta
Incendeio, viro pó
Voo no vento
e caiu água

Desabo em chuva, trovoada
viro enchente
Sou tudo e nada

Retomo o curso
saio da estrada
leito das águas
apaziguadas

Sou flor nutrida
alimentada
Sou beira do rio
sou tudo e nada

Sou pedra bruta
e fortaleza
Sou violência
e sou beleza.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

Amores mortos