Doente entre as delícias


"De todos os males o meu é diferente;

porque me agrada;

me faz alegrar-me;

o meu mal é o que eu quero e a minha dor é a minha salvação.

Não vejo portanto, de que me deveria queixar, pois meu mal decorre da minha vontade.

é o meu querer que se torna o meu mal;

mas experimento tanto prazer em querer deste modo, que sofro com gosto,

e há tanta alegria na minha dor que estou doente entre as delícias."


Chrétien de Troyes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É a vida!

Ser.

Amores mortos