Do armário, de 2000 e alguma coisa.


Desculpa,desculpa,desculpa!
Não coloquei expectativas sobre nós dois
Coloquei paixão
E achei que isso bastava.
Achei que tuas mãos eram delicadas
E que não me tornaria um peso para ti.
Porque meu afeto é leve
E sendo leve, pensei que poderia levá-lo contigo.
Mas te assustou
Ao te assustar deixo cair este sentimento delicado,
que te dedico.
Não importa, porque não pedi que o carregasse como um fardo.
Queria que te acompanhasse, apenas,
como o vento.
E que nas noites de solidão uma brisa leve pudesse te envolver.
Te esquentar.
Saberias então, que o que te toca é meu desejo,
que nada vem cobrar.
Que apenas quer estar.
O meu amor.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Árvores Floridas

Ser.

É a vida!