Ex-posição.



A ansiedade que precede a mudança,
sou toda confusão e cor.
O que fica, dor
e a incerteza do novo em mim.
*
O encontro, o toque que transforma.
Ex-posição.
E a força necessária para fazer surgir a nova forma.
Tenho o hábito de nascer ao poucos,
a velocidade me confunde.
*
O re-criar-se constante,
fascínio de estar viva.
De olhos fechados
Reconheço o instante.
A.Beheregaray

Comentários

  1. Andrea:
    Lo de hoy está bellísimo. ¿Es tuyo?
    Hoy hicimos una composición con el desnudarse tuyo y Clarice pero mi coequiper no quedó muy satisfecha, a vos que te parece?
    http://www.fotolog.com/surrealismodarua
    Un abrazo

    ResponderExcluir
  2. Te reiteramos:
    Podrias pasarnos tu e-mail y algun telefono de contacto?

    Gracias

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

É a vida!

Ser.

Amores mortos