segunda-feira, 29 de junho de 2009

"O senhor não tem coração", tinham-lhe dito um dia. Sim, ele tinha um coração. Servia-lhe para suportar as vinte horas por dia em que via morrer homens todos os dias. De agora em diante, o coração mal dava para isso. Como esse coração seria suficiente para dar vida?
Albert Camus In:"A peste"

domingo, 28 de junho de 2009


Era sempre assim, ela cortava logo o que ganhava força com algo novo que criava.
Aprendera a bloquear pessoas em seu coração. Um com o outro, pra não sentir falta.
Barreiras que impunha, era a dependência que evitava.
No início, algo que não recordava, marcou: depender era perigoso.
Não havia encontrado, até aquele momento, alguém que lhe fizesse pouso.
Ela não queria, estava determinada. Dava a cada pessoa um lugar especial, único.
Mas dentro dela eram espaços tão pequenos, que se algum deles partisse ela não sentiria falta.
Se alguém ameaçava ocupar um lugar maior, ela fechava os olhos com força, como quando faltava luz e não queria ver. Assim inventava novas histórias, muito maiores e mais bonitas.
Sabia como ninguém barrar pessoas.
Pulando corda, chiquinhas saltitantes, repetia:
cresce, barra, corta, quem se importa?
Não vou sentir falta.
Segue inteira.
Inteira?
Ela era uma menina barrada. Feita de pedacinhos.




A.Beheregaray

Quando sonho estrelas.


Assim, uma outra vida.
Sem questionamentos e sem esperanças seguimos em outra direção.
Remexemos nesta sede antiga, quase esquecida pelos dias mornos que se sucedem.
Submetidos que estávamos, não percebemos o céu azul escuro, repleto de estrelas. Porque é preciso estar com a alma solta para ser tocado pelo que brilha e é livre.
Sem expectativas, uma entrega completa.
Ontem? Amanhã?
Não entendo.
Nossa sede de viver é agora.
A urgência esconde, distraídos não notamos que o que estávamos sendo, não era.
*
Todos os dias, por medo, disfarçamos o que há de melhor em nós.
Sufocando lentamente o mais nobre, substituindo sem perceber o forte por coisas outras que não valem como dizem.
*
Já não importa, me dá tua mão e teu abraço forte.
Vamos olhar para o céu. Em silêncio, sem pensar.
Sem tentar enquadrar este sentimento que não cabe.
Fica em silêncio e sente apenas.
O desafio de não explicar a intensidade.
Descobrimos, só nos é permitido viver o explicável.
Pois eles temem os fortes.
Já não importa, fecha os olhos, afinal,
Já está amanhecendo e logo não sentiremos as estrelas.
A.Beheregaray

sábado, 27 de junho de 2009

Clarice e eu??

Preciso dizer que fiquei emocionada com essa construção da Casa Warat?
Quem me conhece sabe que AMO Clarice Lispector.
Adorei VER um fragmento dela junto a um meu.
AMEI.
OBRIGADA!


En el cuerpo desnudo anida la razón sensible
adicionado por
casawarat em 26/06/09

"...Perdi alguma coisa que me era essencial, e que já nao me é mais. Nao me é necessária, assim como se eu tivesse perdido uma terceira perna que até entao me impossibilitava de andar, mas que fazia de mim um tripé estável. Essa terceira perna eu perdi. E voltei a ser uma pessoa que nunca fui. Voltei a ter o que nunca tive: apenas duas pernas. Sei que somente com as duas pernas é que posso caminhar. Mas a ausência inútil da terceira me faz falta e me assusta, era ela que fazia de mim uma coisa encontrável por mim mesma, e sem sequer precisar me procurar."
Clarice Lispector

Ao escrever vamos tirando,lentamente, peça por peça do vestuário que nos esconde, que nos protege.
*
Por isso escrever exige coragem.Coragem de ficar nu diante do outro, e permanecer.
*
Andréa Beheregaray
*
El montaje de foto y parte del texto fue extraído del blog de Andrea Beheregaray http://wunschelrute.blogspot.com/
*
Producción de la Casa Warat, de Luis Alberto Warat y Giselle Salinas.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Ex-posição.



A ansiedade que precede a mudança,
sou toda confusão e cor.
O que fica, dor
e a incerteza do novo em mim.
*
O encontro, o toque que transforma.
Ex-posição.
E a força necessária para fazer surgir a nova forma.
Tenho o hábito de nascer ao poucos,
a velocidade me confunde.
*
O re-criar-se constante,
fascínio de estar viva.
De olhos fechados
Reconheço o instante.
A.Beheregaray


Nunca me preocupei muito com o corpo, pra mim o corpo sempre foi o meio de locomoção do meu cérebro.
E, talvez, por tamanha negligência ele tenha se tornado autônomo.
Resolveu virar vegetariano.
Não aceita, em hipótese alguma, que eu lhe ofereça nenhum pedacinho de carne.
O corpo deu a ordem e o cérebro tem acatado meio confuso.
Virei vegetariana e nem entendi bem porque. Não é resultado de uma crença ou filosofia de vida, simplismente passei a achar primitivo e intolerável comer carne.
Não faço supermercado, odeio, portanto só descubro o que tem em casa para comer quando abro a geladeira e os armários.
Esses dias cheguei em casa e abri o frezzer, Jesus, tinha um cordeiro no meu frezzer!!
Que primitivo ter a PERNA de um BICHO dentro da geladeira.
Outro dia fui conferir o almoço e o que encontrei? Uma GALINHA!
Ai que nojo, uma galinha ou um galo,sei lá não dá para diferenciar o sexo da vítima.
No almoço acuso minhas crianças:
"Vocês estão comendo a mãe de um pinto sabiam?"
"Vocês estão comendo a mãe de alguém!", exclamo diante de olhares perplexos.
Outro dia minha sogra disse ter comido o rabo de um porco na feijoada.
Me diga, quem, em sã consciência como um rabo de bicho?
Ou então língua?Minha sogra adora.
Digo para meus filhos, como quem não quer nada, "isso é uma língua sabiam? E vocês sabem ONDE esta vaca colocou a língua?"
Rabo,língua,mãe de alguém,credo! Muito primitivo, meu corpo não permite.
A ultima resistência que eu impus ao corpo ele venceu. Nem disfarçada ele aceita carne.
Terça comprei um sanduiche simples e quando coloquei na boca?
Tinha peito de peru!
Por favor! Tirei todo. Como posso comer o PEITO de um PERU?
Não dá, bicho lindo, sedutor. Se dá ao trabalho de ter um rabo imenso, todo colorido para atrair a parceira. E eu vou comer o peito de um bicho desses?
Eu não, de jeito nenhum!
Afinal eu jamais comeria meus cachorros, então porque faria isso com outros bichos?
O corpo é sábio...

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Ato de coragem.

A escrita é um ato de coragem,
Não te parece que o escrever é uma espécie de nudez?
*
Cada letra, cada palavra desnuda o que somos.
A frase que nos apresenta, o texto que nos denuncia.
*
Ao escrever vamos tirando,lentamente, peça por peça do vestuário que nos esconde, que nos protege.
*
Por isso escrever exige coragem.
Coragem de ficar nu diante do outro, e permanecer.
A.Beheregaray

domingo, 21 de junho de 2009


Eu sou um ser totalmente passional.
Sou movida pela emoção, pela paixão...
tenho meus desatinos...
Detesto coisas mais ou menos...
Não sei conviver com pessoas mais ou menos...
Não sei amar mais ou menos...
Não me entrego de forma mais ou menos...
*
Se você procura alguém coerente, sensata,politicamente correta, racional,cheia de moralismo, ESQUEÇA-ME!
Se você sabe conviver com pessoas intempestivas,emotivas, vulneráveis, amáveis, que explodemna emoção, ACOLHA-ME!
Se você se assusta com esse meu jeito de ser, AFASTE-SE!
Se você quiser me conhecer melhor, APROXIME-SE!
Se você não gosta de mim,IGNORE-ME!
E quando eu partir, NÃO CHORE!

Clarice Lispector

Antropologia


XII Congresso da Aric, de 29 de junho a 03 de julho.
Descolonizar o saber e o poder.
Florianópolis.
Mais informações no site http://www.aric2009.ufsc.br/

O XII Congresso da ARIC, focalizará a promoção dos Diálogos Interculturais: descolonizar o saber e o poder, que constituem a ação humana. Nesta direção, poderá tomar como interlocutores todos os agentes sociais, pesquisadores, profissionais, governantes, interessados em construir “um outro mundo possível”, ou numa perspectiva plural, “outros mundos possíveis”, nos quais os saberes e as ações superem as relações arcaicas de poder entre países, entre culturas e entre atores sociais, para estabelecer o diálogo e a solidariedade.
FOGO.

Você é tão acostumada. A sempre ter razão.Você é tão articulada. Quando fala não pede atenção. O poder de dominar é tentador. Eu já não sinto nada.Sou todo torpor. É tão certo quanto calor do fogo.É tão certo quanto calor do fogo. Eu já não tenho escolha. E participo do seu jogo, eu participo.

Não consigo dizer se é bom ou mal. Assim como o ar me parece vital. Onde quer que eu vá e o que quer que eu faça. Sem você não tem graça. Você sempre surpreende. E eu tento entender.Você nunca se arrepende. Você gosta e sente até prazer. Mas se você me perguntar. Eu digo sim, eu continuo. Porque a chuva não cai. Só sobre mim.

Vejo os outros; Todos estão tentando. É tão certo quanto calor do fogo. Eu já não tenho escolha. E participo do seu jogo, eu participo...

Capital Inicial.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Visita íntima, partida.


A intensidade e o sofrimento necessários.
Tudo parte,e como diz Clarice, só tenho medo é do que não fica pra sempre. Importante que parta, se não, não sobrevivo.
Preciso de sol para viver, liberdade e alegria.
Existem muitas formas de vivenciar algo, nem sempre concretamente.
Gosto muito da palavra, imaginação, imagem-ação.
Exige inteligência, sensibilidade e fluidez.
*
A visita partiu, voltou ao Hades.
Bem se vê, hoje o sol também voltou.
Não queria sair daquele colo quente, mas confesso, é um alívio que tenha ido.
Se não sofro, morro no escuro e sinto muito frio.
Estar com ele é a infelicidade mais profunda e alegre que já senti.
Também não resisto ser feliz o tempo todo. Cansa.
*
É ele que me leva ao mais fundo, do fundo de mim mesma.
É ele que me lembra que também sou triste, que a vida tem dores e que é preciso olhá-las.
E foi com ele que aprendi a encontrar paz na tristeza e na solidão.
Já não tenho medo do escuro.
*
E ele? Ele me acolhe nesse negro abraço e se aquece,por que de onde vem só encontra o frio.
Ele sorri das minhas lágrimas, necessárias, pois sabe que estou crescendo.
Fica feliz de deitar na minha cama colorida e depois de ouvir paciente as minhas reclamações, sorrimos.
Ele não tem essa vida. Não tem dentro dele minha alegria, meu entusiasmo e contentamento.
Não tem nada disso, e eu tenho.
Ele tem morte,dor e escuridão.
Eu tenho a romã nas mãos.
Precisamos um do outro,
Ele partiu, está mais quente, alegre e confortado.
Eu fiquei mais consciente,densa e feliz.
*
Preciso de ar!
Voltar do Hades é sempre angustiante,
Suspiro.
Que bom, nada dura para sempre.
A.Beheregaray

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Quase-morte


Hoje é um bom dia para uma quase morte...
Não, talvez não, talvez hoje baste só o silêncio,
e chá, de morango.
A.B

domingo, 14 de junho de 2009

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Narciso ou Pã?


É vero Lu, se o amado em questão foi um Fdp no passado e retornada dizendo "Eu ainda te amo", não é lindo, é irritante. Mas se não houve muita magoa mais lindo "Eu ainda te amo" só "Eu sempre te amei".Ah! Que lindo!
Se um estranho me diz "eu ainda te amo", respondo na hora "eu também!!!".

E sabe, sujeito que foi fdp no passado e retorna dizendo isso é um "senver". Conhece?

SEM Vergonha, famoso...
E um senver, no meu dicionário, significa:

SEM-VER
sem ver o outro,
sem ver ninguém, nem a ele mesmo, só seu umbigo.
É o famoso Narcisista.

E, como diz a música, narciso só ama o que for espelho.
Dependendo do nosso enquadramento diagnóstico isso pode ser bom ou ruim.

Vejamos,
Existe a combinação Homem narcisista x mulher narcisista.
O que o psicanalista André Green chamou de narcisismo por procuração.
Que é quando a mulher escolhe como parceiro alguém de destaque, que ocupe uma posição importante, enfim alguém que tenha poder. A sujeita então passa a não ser mais chamada pelo nome e vira a mulher do fulano. Ela pensa como ele, falo como ele, incomoda ele, mas isso afinal não importa, afinal ela reflete o brilho dele.
Tem a famosa dupla Narciso x Histérica.
Essa relação geralmente da certo, por que a histérica agita a torcida, mas não quer nada com ninguém e teme o encontro, o contato. Quem melhor então que um Narciso, incapaz de se relacionar com qualquer pessoa, além dele mesmo. É a não-relação.

O Narciso não está com nada, é um "senver", que não superou etapas básicas do desenvolvimento e só engana com seu brilho falso. Desprovido de sedução, geralmente sem pêlos no corpo, é cansativo. O relacionamento com ele pode ser traduzido pela foto: você olha pra ele e ele olha pra ele. Tudo culpa da mãe dele.
E tenho gostado muito é de um outro sujeito da mitologia, que dizem tem a cura para a histeria. É o Deus ou Pan. é um querido. te olha!Você olha pra , olha para você. Conhecido como Deus da música, e do pânico também, mas isso é detalhe, é a personificação da fertilidade, do espírito fálico, selvagem e da natureza indomável.

, Deus do sexo, tem chifres (e quem não tem?), coxas de bode (coxas grossas!) e pêlos...
Fala sério! é um homem! Narciso um piralho!
Quando seu coração é tocado por Pã ele responde assim; .,!
Quando é tocado por Narciso é assim: pirulinlinlinlin...meio loiro e meio afeminado.
Áh por favor!

significa em grego, o "Grande todo".
é a cura da histérica que fica lá toda fresca, chata seduzindo e embromando. Dai vem e,graças aos Deuses Gregos, não entende o que a histérica diz . é concreto, sem frescura, gaudério, se a sujeita se fresqueia, passa a mão nela e resolve o caso!

Sim, por que, quem conhece mitologia sabe que não aceita não como resposta. Ele sequestrou várias Ninfas.

Então não seduza um , com ele, ajoelhou tem que rezar.

Seduza Narciso que nem te percebe e é um "embromão". Narciso inveja muito , pois tem um dentro dele, contido, mas ele não suporta mostra-lo pois não é bonitinho e Narciso quer ser, sempre.
Com não, ele, se instigado, pode instalar o Pânico.

Aiai, Viva o !
Meu voto vai para....vai para o !







Viagens de Sofia!


Criei um blog só com dicas de viagens...


Pra não carregar este com textos muito grandes.

É só clicar no link a direita, logo acima.

Áh, e quem quiser contribuir mandando fotos e textos de lugares interessantes, fique a vontade.

Bom, e vocês vão perceber, no blog da Sofia, que eu me sigo, por que afinal eu me gosto muito.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Cena de novela!




Márcio Garcia encontra a Juliana Paes em uma festa, depois de meses sem se verem...Ele estende a mão, ela constrangida retribui e ele fala, a QUEIMA-ROUPA, "Eu ainda te amo".




MEEEEEL DEUS!!

O que se faz se um sujeito que você amou diz algo assim ???
E se o sujeito for parecido com o Márcio Garcia então?
Lembrei da Eli, se escabelando e dizendo "Aiaiai, estou confusa!".
Eline reage assim quando perguntamos algo que ela não quer responder.

Mas voltando...

O que pode ser mais lindo do que "Eu ainda te amo"?
Assim, firme, forte, olho no olho, intenso, saudoso...LINDO!
Só não foi mais lindo por que tinha o Rodrigo Lombardi, o marido, ao lado.
Ou foi lindo exatamente por que o Lombardi estava ao lado?
Pobre Juliana,ou feliz, vai saber, o fato é que vai ser muitoooo difícil para ela fazer esta escolha...


LINDOOOOO




domingo, 7 de junho de 2009

Dicionário.


REPUTAÇÃO
RE-PUTA-AÇÃO
Movimento de RÉ que exige uma PUTA AÇÃO para que as pessoas acreditem que você é aquilo que você não é.
Seja feliz, ande pra frente!

8:24

Tic-Tac


Esta noite tive um sonho...
Estou em um quarto de hotel, alguém me acorda, está na hora.
O rádio relógio marca 8:24, enigmático.
Pintei, pintamos, paisagens, mistérios.
Alguém disse, "passamos a noite juntos, é hora de partir".
Ainda estou confusa, lentamente começo a compreender onde e com quem estou e não tiro os olhos do relógio, sei que ele significa algo, que quer dizer alguma coisa importante.
Sei por que já tive sonhos assim claros, em que o inconsciente dava a pista.
Ele já mandou recados diretos, e sei reconhecer quando "ele", o inconsciente, comunica algo importante.
E agora, o que quer dizer 8:24?

24 de agosto?
Algo importante neste horário?
Penso na minha filha, 8 anos, 24 de novembro...
Dia 8, 2+4=6, 8 de junho.
Somando tudo tenho como resultado minha idade, 32.
Preciso aguardar, ansiosa, o significado.
O que, o que, o que, 8:24?

Caio Fernando Abreu


"É fácil morrer. A toda hora, em todos os lugares, a morte está se oferecendo. Mais difícil é continuar vivendo. Eu continuo. Não sei se gosto, mas tenho uma curiosidade imensa pelo que vai me acontecer, pelas pessoas que vou conhecer, por tudo que vou dizer e fazer e ainda não sei o que será."


"Eu acredito.Acredito no tempo. O tempo é nosso amigo, nosso aliado, não o inimigo que traz as rugas e a morte. O tempo é que mostra o que realmente valeu a pena, o tempo nos ensina a esperar, o tempo apaga o efêmero e acaba com a dúvida."


"Porque você não pode voltar atrás no que vê. Você pode se recusar a ver, o tempo que quiser: até o fim de sua maldita vida, você pode recusar, sem necessidade de rever seus mitos ou movimentar-se de seu lugarzinho confortável. Mas a partir do momento em que você vê, mesmo involuntariamente, você está perdido: as coisas não voltarão a ser mais as mesmas e você próprio já não será o mesmo."


"Eu preciso muito muito de você eu quero muito muito você aquide vez em quando nem que seja muito de vez em quandovocê nem precisa trazer maçãs nem perguntar se estou melhorvocê não precisa trazer nada só você mesmovocê nem precisa dizer alguma coisa no telefone basta ligar e eu fico ouvindo o seu silênciojuro como não peço mais que o seu silêncio do outro lado da linhaou do outro lado da porta ou do outro lado do muro.Mas eu preciso muito muito de você."

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Complexo de castração, que nada!


Que complexo de castração, que nada!
Eva fez um favor à Adão quando comeu a tal maça. Quem em sã consciência tem inveja do pênis como sugeriu Freud??
As mulheres ficam atormentadas com barriguinha, celulite, pneuzinho, bum bum caído, etc. Mas por favor, nada pode ser pior que um homem !
Eles deveriam vir com estás folhinhas a la Adão,ai sim ficariam belos. Mas sejamos realistas, o pênis é um resquício da evolução, primitivo, bizarro, uma anomalia da espécie humana, um resto.
Barbaridade! O corpo feminino sim é belo, em todos os tempos e de todas as formas. Esqueçam a barriguinha e a celulite, repito NADA pode ser pior, que um homem nu sem folhinha,NADA!!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Mens@gem para você...



Você conheceu um cara incrível, tiveram uma noite ótima e agora o que fazer??

As novas tecnologias modificaram definitivamente o jogo da conquista.

Ligo? Não Ligo?

Mando um e-mail?

Mensagem por telefone?

Msn?

Antigamente tínhamos poucas opções para demonstrar interesse por alguém, o que tornava tudo mais direto. Conheceu alguém, trocou o número de telefone fixo (se você tivesse um) e o negócio era aguardar. Se o sujeito ligasse provavelmente seria com uma proposta, se não ligasse, paciência, ficava explícito que ele não se interessou.

Caso não houvesse telefone, precisávamos forjar um encontro, ou aguardar ansiosas pela próxima reunião dançante!! Meninos de um lado, meninas de outro, o coração a mil...lá vem ele na sua direção. "Quer dançar comigo?" Ufa! Ele está interessado!! Era a glória.

Hoje tudo mudou, vocês se conheceram, trocaram o número de celular, o e-mail e o msn. O que não é garantia de nada. Calma.

Você chega em casa e registra e-mail para não correr o risco de perder. E aguarda ansiosa as cenas dos próximos capítulos. A modernidade tirou dos meninos a responsabilidade do primeiro contato, mas na prática nem sempre é assim, no entanto tudo depende de como foi o primeiro encontro.

Velhos preconceitos cairam em tese. O que irá influenciar os primeiros contatos cibernéticos e derivados, é, além do nível de satisfação, se rolou ou não sexo no primeiro encontro. Se rolou e você não fez o gênero "eu nunca faço isso na primeira vez", então você está liberada para tomar a iniciativa. Se você já foi casada, tiver passado dos 30, possuir uma quantidade mínima de neurônios, também está liberada.

O primeiro encontro, se ocorreu na cama, determina na verdade o conteúdo da mensagem. Se a noite foi divina, pelo amor de Deus, escreva algo a altura. Não escreva, como já vi, algo só para puxar papo,do tipo " seu time perdeu, hehehe". O que, me explique, isso tem haver com a noite que vocês tiveram?? Não sabe o que escrever? Ficou tão encantada que as palavras escapam? Bom, então faça silêncio!

Um dos dois fez o primeiro contato. Ótimo. De que forma este contato foi feito?

Se por e-mail você tem um tempo maior para organizar uma resposta. Leia, dê uma volta, releia, concentre-se e só então escreva.

Msn? Esta é uma interessante. Já se adicionaram, você está lá online, ou disfarçando no ausente, e de repente ele entra! Jesus, sobe a janelinha, sobe a ansiedade! Respiração suspensa, disfarça...disfarça! Ele falou com você? Ótimo, prossiga. Ele não falou? Não dê muito tempo, lance um oi e feche os olhos. Não dê muito tempo, pois quanto mais o tempo passa, pior fica. É óbvio que vocês se viram e não se falar é como terem se encontrado e não terem se cumprimentado. Se a noite foi ótima, ele te encontrou no msn e não falou com você, das duas uma, ou foi ótima para você e não pra ele, ou ele tem menos de 30. Quem tem menos de 30 tende a ser mais cansativo, salvo exceções.

A mensagem por celular é minha preferida por diversos motivos.

O primeiro é que por celular você chega de mansinho e entra de surpresa na vida da pessoa.

Você já pensou que todas as outras formas de contato exigem que o sujeito esteja predisposto ao encontro? Por exemplo, temos liberdade para atender a uma ligação, no msn e e-mail, necessariamente, estamos na frente de um computador, por isso, intencionalmente buscando a comunicação.

A mensagem no celular é diferente, ela te encontra em qualquer lugar. Você pode estar no meio de uma reunião, na sala de aula, no carro,no banho, sim no banho, muita gente leva o celular para o banheiro, dormindo, almoçando...

A mensagem pega você de surpresa, e quem não gosta de ser surpreendida por alguém especial?

É engraçado, para quem presencia, claro, quanto sofrimento pode causar uma simples mensagem. A pessoa está lá, tranquila, e de repente pi-pi-pi, o coração faz esse mesmo barulhinho, a donzela dispara em direção ao celular, "Será ele?".

É ele, ótimo! E agora vem o drama.

Responde na hora?

Espera quanto tempo para não parecer desesperada?

Decidiu, respondeu e mais uma vez, drama.

Quanto tempo ele demora para retornar?

Isso diz sim do interesse do sujeito, afinal sabemos que ele está com o celular, hoje em dia ninguém vive sem, sabemos portanto que ele leu e, se não morreu e leu, deve responder no prazo de 24 horas. Não, não precisa ser imediatamente, o sujeito trabalha, não esqueça, mas é óbvio também que todo homem encontra tempo, em 24 horas, para retornar.

Pode acontecer de ele não receber. Espere as tais 24 horas e tente outra vez, perguntando, delicadamente, "recebeu minha mensagem?" .

Se ele dizer não, provavelmente mentindo, prossiga. Se ele disser sim, exclua o suicídio, e vá em outra direção. Se ele responder, você retornar, tudo dentro de um prazo razoável, fique feliz, ele está afim, talvez não tanto como você, mas está.

Os homens tem uma vantagem sobre nós, são, em geral, mais práticos, não perdem tempo com quem não tem interesse.

Mas pode acontecer do sujeito sumir e um mês depois? Pi-pi-pi! Quem ressurge do mundo dos mortos? Tem 3 opções, não responder, responder e perguntar "te conheço?",ou, se você estiver em TPM, mande ele para o inferno, lugar de onde nunca deveria ter retornado, afinal nada, NADA justifica sumir um mês!!

E o segundo motivo, pelo qual me agradam mensagem pelo celular, é por que nós mulheres balzaquianas, adoramos ser carinhosamente surpreendidas por homens interessantes que não temem demonstrar o que sentem. Estas mensagem são como beijos roubados, ou uma leve carícia nos cabelos...provocam um sorriso e nos fazem ganhar o dia.

terça-feira, 2 de junho de 2009

A ordem dos fatores não altera o produto?


Quem já não ouvi na escola esta frase? A ordem dos fatores não altera o produto.

Esses dias meu filho de 14 anos chegou da casa de um amigo e disse: "Mãe, o fulano manda na mãe dele e nos avós, lá a ordem está invertida".

Pois é, se existe um caso em que a ordem altera o produto final, sem dúvida é este