TPM


Textos que estavam no armário, escritos em dias de TPM.


Sou alguém que dorme tarde, muito tarde e acorda mais tarde ainda, e isso desde pequeninha. Também tenho um naná e quase nunca troco minha fronha, posso dormir com ele por 14 horas seguidas.Amo café, sushi e picolé de uva, não gosto muito de carne, e jamais comeria língua e "mondongo"! Não tenho religião...tenho certeza, no entanto, que em algum lugar sou Judia. Não acredito em espíritos, mas não durmo no escuro. Impulsiva, temperamental e muito raivosa, meu sangue é Basko. Provavelmente já briguei com você, fiz as pazes sem que nunca tenhas tido conhecimento disto.Quando estou triste gosto de ir para o sol, mas poucas vezes fico assim...a felicidade é um dom que eu tenho mim.Amo poesia!São como bolhas de sabão e borboletas coloridas, traduzem o infinito.As vezes, amo as pessoas profundamente, mas dificilmente vou lhes dizer isso, ser rosa é novidade. Também tenho aprendido a ser silenciosa e solitária. Tão intensa que me torno insuportável!Ah se pudesse fugir de mim nesses momentos roxos...intensidade assusta em tempos de purpurina.Balzaquiana e corajosa ando cheirosa e arrumada, mas nem sempre foi assim...já fui maloqueira...nessa época tomei banho de bixiguinha, andei de skate, fugi de casa, matei aula para comer amora e briguei na rua com dois meninos, tive amizades que achei que durariam para sempre, mas descobri que pra sempre é muito tempo, e o que existe é o agora. Não gosto de olhar para o passado e o futuro não me pertence. No entanto adoro metas, de curto, médio e longo prazo. Metas e estratégias...pensar, conversar, estudar e conhecer "já não tenho mais a tranquilidade da ignorância".Nos dias coloridos adoro estar entre amigos, mas odeio quando os amigos só me participam os dias sombrios e somem, para depois retornar em dias tristes. Não lhes dou uma segunda chance de fazerem isso...amizade tem mão dupla é troca, fluxo...não deveríamos lembrar da pessoas apenas em tempos de necessidade. Por longos dias não acredito no amor, nas pessoas, e penso que tudo é uma grande sacanagem. Em dias raros tenho certeza que em algum lugar a alma gêmea existe! A maior parte do tempo sou amável, mas capaz de terríveis ataques de raiva sem nenhum sentido aparente.Choro pouco (quase nunca), prefiro vingança e pimenta, Poucas vezes amei profundamente...e talvez nunca tenha sido verdadeiramente amada... tenho medo de virar uma velha rabugenta, odeio que me cutuquem ou me apertem... Construi minha biblioteca, coleciono livros, bonecas e alguns mortos...Falo a verdade quase sempre, sou extremamente fiel as minhas amizades, não gosto de joguinhos, mas gosto do poder, tenho ataques de sinceridade e sou muito impaciente. Quando pequena queria ser a Mulher Maravilha, depois a Keith Marronei, quando me formei queria andar armada...hoje? Ainda quero ser todas elas...Fundamentalmente instável...amanhã posso não estar mais aqui.

Comentários

  1. É quese impossível fugir de si mesma, assim como (d/n)a psicanálise.
    Baita nome para o blog.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

É a vida!

Ser.

Amores mortos