Poema De E. E. Cummings

Eu gosto do seu corpo

Eu gosto do que ele faz

Eu gosto de como ele faz

Eu gosto de sentir as formas do seu corpo

Dos seus ossos

E de sentir o tremor firme e doce

De quando lhe beijo

E volto a beijar

E volto a beijar

E volto a beijar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É a vida!

Ser.

Amores mortos